domingo, 18 de janeiro de 2009

SOS Montáveis

video


Fazer o vestibular é uma atitude que pode ser tomada por muitos motivos. Desde a vontade de ser um profissional respeitável e crescer na vida à pressão feita pelos pais para que você tenha responsabilidades. Porém, na minha opinião, dar uma passo tão sério por causa de vontades que não sejam as suas não é uma coisa lá muito aconselhável. Você desrespeita suas vontades, e tem que se adequar a pessoas e ambientes que não combinam com você, se torna alguém adequável, montável.

Trocando em miúdos: uma pessoa que é apaixonada por matemática não vai ter muito assunto, normalmente, com quem adora literatura, e se ela quer participar, acaba tendo que dar opiniões que não são dela, falar de coisas que ela desconhece, para ser respeitada naquele ambiente. E cai na besteira de fingir entender plenamente do assunto, deixa de ser ela mesma, para ser agradável e querida.

E isso não é só em questão de cursos. Já vi muita gente por aí fingindo gostar de músicas, roupas, pessoas, livros, programas, só pra poder dizer que faz parte de algum grupo, que é importante dentro de alguma instituição.

Mas o que acontece é que se vê longe quem não está sendo sincero. Pessoalmente, detesto pessoas que acham saber tudo, e estão em todos os assuntos, e querem ser o centro das atenções. Eu estou é fugindo desse tipo de gente!

É fato que a sociedade, de certo modo, exige que as pessoas pertençam a alguma classificação, para que sejam rotuladas, numeradas, massificadas, e assim, fáceis de dominar. É abominável. Óbvio que ninguém sabe o que quer o tempo todo, mas tenho certeza que todos nós sabemos o que NÃO queremos.