segunda-feira, 30 de março de 2009

Love is reason.




















No que se diz respeito ao amor, já aprendi a seguir os meus instintos. Todas as vezes que eu penso demais em você significa que tem alguma coisa pra conversar mesmo. Eu faço as reclamações de sempre, e quando você entende, concorda, eu não preciso esperar até o outro dia pra ver que você, mesmo sem querer, cumpre as suas promessas.

E eu com medo de que tudo caísse num buraco de mesmice. Que nada! Parece que todos os dias você faz alguma coisa pra me fazer mudar de idéia. É só você querer mesmo.

E essas dúvidas? E essa preocupação? Não precisa esquentar com isso. Eu entendo, eu também sinto. Acima de tudo, eu quero você perto.

Abrir mão é uma consequencia. O fato é que você me faz (e muito) feliz.

Pra que lutar contra isso? É difícil de acreditar, mas é mesmo de verdade.

2 comentários:

henrike disse...

lindo texto...










te mandarei um tbm me passa seu gmail...

indutor disse...

nega sem vergonha me esqueceu =/