sexta-feira, 10 de outubro de 2008

A tempestade


A maioria das pessoas que eu conheço preferem o sol á chuva... Eu, ao contrário, acho a chuva linda, e exceto quando ela molha meus materiais escolares, não me incomodo muito com ela. Porém, dessa vez, vou fugir da minha idéia de que uma tempestade não é uma coisa ruim, e vou me permitir a compará-la a uma decepção. Você está esperando o fim de semana chegar, quer sair com os seus amigos... de repente o céu desaba sobre a sua cabeça. Que desastre! Foi tudo por água abaixo!
Aconteceu isso comigo recentemente. Me decepcionei. Isso porque não quis levar em conta meus sonhos, verdadeiros avisos de que havia alguma coisa errada. Isso porque eu não queria acreditar nos olhos que diziam que existia mais alguma coisa entre nós. Eu não tinha aprendido a nutrir um sentimento que não fazia parte de mim - o ciúme - e fico feliz por isso. Feliz por não estar errada. Porém, isso me custou ficar em casa no fim de semana, esperando a chuva passar. E aquela chuva não passava nunca. Não adiantava planejar, duvidar, porque ela estava ali, e lavou os meus olhos junto com as minhas lágrimas.
Coube a mim encará-la ou não. Eu senti uma necessidade imensa de ficar sozinha, mas percebi que isso atrairia ainda mais água, uma inundação de que eu não conseguiria me livrar. Foi bom ver você pegando seu guarda-chuva, e sair no meio da tempestade pra tentar me salvar da minha solidão. Mas também me doeu muito - cheguei a pensar que era mais boa vontade, pena, do que amor.
Acontece que a cada palavra dita, a tempestade foi passando.. e quando eu vi, a gente podia escolher entre ficar em casa ou sair, como o planejado. AINDA HAVIA TEMPO. Quando a chuva acaba, cabe a você optar por ver as suas lembranças, o asfalto, os telhados molhados, o cheiro de terra subindo, a enxurrada levando tudo pela frente... Mas você também pode olhar para o sol que está aparecendo por trás daquela nuvem, bem ali. Eu nunca gostei do sol. Mas hoje ele me ensinou uma lição: você pode olhar para o lado que você quiser, sem se preocupar com o que chuva levou, já que, mais tarde, tudo vai voltar pro lugar, até o dia que chover de novo. A diferença é que, da próxima vez, você estará aqui, inteiro,meu, para me aquecer. E desse jeito, eu adoro a chuva!

6 comentários:

Marilia disse...

Eu tbm prefiro a chuva,cmo vc mesma disse vc pode olhar pro lado q vc quizer,sem se preocupar com que a chuva levou,já que mais tarde tudo vai voltar para seu lugar,até o dia em que chover de novo ¬¬' Queria poder acordar e apreciar o Sol,mas ele está tão distante de mim... Se suas palavras forem sempre assim,servirão de grande ajuda para os que precisam, e por acaso vc para mim é uma grande ajuda!Parabéns pelo seu blog meu bem!Mari...

Ricardo disse...

Chuva é boa apenas quando a gente dorme, assim como "algumas mulheres" são boas apenas pra sexo! HOAUEHOAEUHOAUEHOAEHUOAUE
HOAUEHAOUEHOAUEHOAEHUOAUE *rialto*

enfim...
gostei muito do blog!
aguardo por mais posts!
mas eu gostei mais ainda do fato
de eu ter voltado a ser íntimo da
criadora do blog!

*wow*

bjos!

flpinheiro disse...

Chuvas costumam lavar as coisas.
Tenho certeza que a ultima que passou lavou tudo que tinha pra ser lavado, como um vulcão em erupção limpando tudo com fogo.

Larissa disse...

Eu tambémm prefiro a chuva..mas que puta analogia com a tristeza e decepção..

PARABÉNS!!!
muito bomm...


bjãooo
xD

Andu disse...

Neve...como será a neve?
Nunca sai desse mundinho pra descobrir

Thay LinO disse...

Rapaz... post incrível!
Vc acabou de me convencer que nasceu pra escreveu! esse blog tah tua cara! Maravilhooso! Adorei msm! Jah tah salvo nos meus favoritos! Beijos menina do fichario da Barbia e cabelo sem corte! hehe