quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

I promise you I will learn from my mistakes

video

Infelizmente, no mundo onde vivo, valores como a generosidade e a esperança só dão as caras mesmo no fim do ano. Porém, essa grande hipocrisia que se tornou um costume mundial não me faz perder a esperança de que um dia isso seja pelo menos um pouco diferente.

Alguma coisa dentro de mim me faz acreditar que esse ano será definitivo na minha vida, pois será o percussor de maiores objetivos e desafios. Uma coisa é ter 15 anos e achar que se pode mudar o mundo. O outro é ter 18 (em breve) e ter a certeza de que se eu não começar hoje, nunca mais terei coragem para isso.

Acredito, sinceramente, em pequenas coisas que aumentam surpreendentemente. A pequena parte de poucos que vai formando uma minoria, até que essa minoria vá crescendo, até ser uma maioria, ou até mesmo absoluta. Com certeza, em qualquer escala, minhas idéias estão muito longe de uma realidade. Igualdade e sinceridade são sonhos num mundo como o nosso. As próprias pessoas são seus medos, seus monstros, seus empecilhos. Deixa isso pro ano que passou!

Ao contrário do que eu pensava, essa espécie de 'auto terapia' acaba ajudando mesmo. Reconhecer certas virtudes, e conseqüentemente acabar se livrando de preconceitos fantasiados de medo fazem diferença para se construir pelo menos uma consciência mais limpa. E uma consciência limpa é sinônimo de inteligência, luta e coragem, acima de tudo.

Desejo um Feliz 2009 para todos, e também desejo que vocês não estejam na retrospectiva de 2009. Considerando que eu não conheço ninguém famoso o suficiente para protagonizar esse tipo de coisa, isso se significa que aparecer é ter sido vítima de uma tragédia! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Beijos!

Nenhum comentário: